Glaudiene Fernandes - Itamarandiba/MG

Maria Luísa sempre foi uma criança saudável e com boa alimentação. Em setembro de 2016 ela apresentou palidez e hematomas nas pernas. Fez um hemograma e o resultado apresentou alterações. Imediatamente, com indicação da pediatra, viemos para Montes Claros consultar um hematologista. Foi tudo muito rápido, graças a DEUS.

Com a confirmação da leucemia, ficamos em estado de choque, pois a gente nunca imagina que possa acontecer com a família da gente. E até hoje me desabo em pensar na doença. Tenho muita fé e, graças às orações e solidariedade da família e de todas as pessoas amigas, a nossa pequena grande guerreira está respondendo muito bem ao tratamento.

A Fundação Sara, sempre presente, e que até então não conhecíamos, está pronta a nos ajudar e apoiar sempre. É uma entidade que precisa muito de doações, pois é uma verdadeira mãe para crianças e adolescentes com câncer: acolhe, protege e dá amor. Não ficamos na Fundação porque optamos por ficar com meus sobrinhos estudantes.

Mas a principal força que recebo é de Maria Luísa. Vê-la feliz e brincando, e mesmo com a pouca idade, esbanjando carisma por onde passa, é uma benção de DEUS. Cada etapa vencida é uma fase, e já está passando.

Só tenho a agradecer por ser MÃE e viver esse sentimento. O meu maior desejo é que Maria Luísa seja curada para que possamos viver intensamente o amor da nossa família.




Mais Depoimentos



  • Ana Paula Pedrosa - jornalista

    Ana Paula Pedrosa - jornalista

    Nos últimos anos, tenho aprendido muito na Fundação Sara Albuquerque Costa, conversando com voluntários, pais, médicos e, principalmente, aprendendo....


  • Juliany Nunes - Psicóloga

    Juliany Nunes - Psicóloga

    Quando me propus a trabalhar na Fundação Sara, acreditava que seria uma experiência significativa “ajudar” as famílias. No entanto, descobri....